Centrolab

Centrolab, Av. Beira Mar, Nº 544 - Centro. (98) 3221-9350 - (98) 3221-9351

Momento Saúde

Laboratório diz que vacina contra H1N1 funciona em dose unica.

O laboratório australiano CSL disse nesta quinta-feira que basta uma dose única da vacina contra a gripe H1N1 para proteger adultos, o que significa que a oferta existente pode durar mais do que previam as autoridades sanitárias. Uma dose de 15 microgramas da vacina da CSL, que não usa um adjuvante (substância que reforça a imunização), obteve a reação imunológica desejada em 95% dos 240 adultos testados, relatou a empresa na revista New England Journal of Medicine.

Na semana passada, os laboratórios Novartis e Sinovac haviam apresentado conclusões semelhantes. A cepa pandêmica do vírus H1N1, conhecido popularmente como "gripe suína," pode vir a infectar 2 bilhões de pessoas, ou um terço da população mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Por se tratar de uma nova variação do vírus, especialistas diziam que provavelmente seriam necessárias duas doses para garantir a imunização. As autoridades do Hemisfério Norte têm pressa em iniciar programas de vacinação em massa antes que chegue o inverno, época em que há maior difusão das gripes comuns. Outros laboratórios, como Sanofi-Aventis, GlaxoSmithKline e MedImmune, também estão preparando vacinas contra o H1N1 para completar os estoques dos governos. As vacinas contra o H1N1 serão administradas separadamente das vacinas contra as gripes sazonais, o que as autoridades globais admitem que poderá criar um pesadelo logístico. Se os pacientes só precisarem de uma dose da imunização contra a gripe pandêmica, a complicação seria bem menor. "Não há bandeiras vermelhas aqui. Achamos que podemos ter 5 milhões de doses prontas para distribuir no fim de setembro", disse Raburn Mallory, da MedImmune, em entrevista. "Como a nossa vacina é uma vacina viva, ela tende a ter uma eficácia de uma dose melhor do que as vacinas mortas." Nos EUA, as autoridades esperam que a campanha de vacinação comece só a partir de meados de outubro.

FONTE/AUTOR: ReutersM

Outras notícias

Doenças negligenciadas são foco de investimento científico

Outra frente de fomento em pesquisa tem como foco as doenças negligenciadas, como leishmaniose, malária, dengue, Chagas, esquistossomose, tuberculose, entre outras.

16,4% dos brasileiros praticam atividade física

Terceira edição da pesquisa realizada pelo MS mostra que brasileiros estão mais ativos. A boa notícia é que o sedentarismo diminuiu entre homens e mulheres.

Resultado de Exames

Acessar Resultados de Exames

Para visualizar os resultados de exames feitos até 15/05/2021, digite seu Código de Identificação e Senha:

Código de Identificação e Senha Dúvidas? Clique aqui.

© Centrolab. Todos os direitos reservados.